Consórcio com lance embutido

Dicas de como usar da melhor forma

blog-a7-consorcio-com-lance-embutido
Dúvidas sobre Consórcio Publicado em 14/06/2017

A preferência geral pelo consórcio tem aumentado bastante nos últimos tempos. Principalmente por esta ser uma opção bastante econômica de adquirir um bem de alto valor, ainda mais se comparado as demais modalidades de crédito similares, como o financiamento.

Com isso, cada vez mais também as pessoas tem procurado entender e se aprofundar no assunto. Pesquisar em diversas fontes é muito importante, pois além de entender bem o que você está contratando, tem muitos mitos e informações equivocadas por aí.

blog-a7-consorcio-com-lance-embutido-2

Um deles é com relação ao lance embutido. Para quem não sabe, no consórcio você pode ser contemplado por sorteio ou lance. O lance funciona como uma espécie de leilão, você oferece uma quantia em dinheiro e ganha aquele que ofertar o valor mais alto. Existem algumas modalidades de lance (todas elas aumentam a sua chance de ser contemplado) e uma delas é o lance embutido. Ele surgiu como uma alternativa para quem não possui uma quantia em dinheiro – ou não quer dispor de valores – para dar de lance. Isto porque no lance embutido você usa parte do próprio crédito para dar lance.

E o que isto quer dizer na prática? Quer dizer que se o seu plano de consórcio é de 200 mil reais, e você usar 50 mil para dar um lance embutido, se contemplado, poderá retirar 150 mil (e não 200 – pois já usou os outros 50 para pagar o lance). Por essa razão é preciso pensar bem antes de usar essa modalidade de lance, pois você retira um valor menor do que o inicialmente contratado.

Outra coisa que você precisa cuidar é que a taxa de administração do consórcio será cobrada considerando o valor da carta de crédito contratada e não o valor que você irá retirar se for contemplado por lance embutido.

Usando o mesmo exemplo anterior, se você contratar um consórcio de 200 mil e for contemplado dando um lance embutido de 50 mil, poderá retirar 150 mil. Digamos que a taxa de administração seja de 25%, isto quer dizer que o custo efetivo total do consórcio será de 250 mil. Ou seja, você irá retirar 150 mil e pagará no final do plano 250 mil.

Então isto quer dizer que o lance embutido é ruim? Não!

Realmente, dar um lance muito alto usando apenas o lance embutido pode ser um tiro no pé. Por este motivo muitas administradoras “limitam” o valor que se pode ofertar com esta modalidade – geralmente em 30% da carta de crédito.

Mas se usado com sabedoria, o lance embutido é uma excelente ferramenta para dar lances e aumentar as chances de ser contemplado.

Além disso, assim como qualquer outro lance, neste você também irá quitar parte do plano, e baixar o valor das parcelas ou diminuir o tempo de pagamento do consórcio. Portanto, basta saber usá-lo da maneira correta.

Pensando nisso, trouxemos abaixo algumas dicas para você usar o lance embutido da melhor forma:

Veja abaixo como tirar o máximo proveito do lance embutido:

 

blog-a7-consorcio-com-lance-embutido-3

Associá-lo a outros tipos de lance

Este é o único lance que você pode usar em conjunto com outros. Por exemplo, no lance livre como o próprio nome diz você define o valor que quer oferecer como lance. Você pode, por exemplo, ofertar uma quantia em dinheiro que tenha guardado na poupança e usar o lance embutido para aumentar o valor do lance e potencializar as suas chances de ganhar.

Lembre-se que no lance embutido você não precisa ofertar necessariamente o valor máximo. A ideia aqui é você usá-lo para completar outros tipos de lance (livres ou fixos), e você pode definir qual porcentagem quer dar de cada um, desde que respeitando as regras e limites da administradora do consórcio.

Imagine que você se interessou por uma sala comercial no valor de 200 mil e sua carta de crédito é também de 200 mil. Você poderia ofertar um lance de 50 mil (dar 30 mil de lance livre + 20 mil de lance embutido). Neste caso, como você usou apenas 20 mil de lance embutido,  você teria 180 mil para usar na hora! Este é um ótimo negócio, pois tendo o poder de compra à vista fica muito mais fácil barganhar um desconto no valor do bem que você quer comprar.

E isto nos leva à próxima dica.

Faça cálculo em cima de cálculo e saiba aproveitar as oportunidades do mercado

Saber observar e analisar o contexto é essencial para tirar o máximo proveito das oportunidades que aparecem. As possibilidades de lance no consórcio são infinitas, por isso cabe a você avaliar e definir o que é o melhor dentro da sua realidade.

É muito importante você analisar a sua atual situação financeira e quais os pros e contras de cada opção para você não acabar se frustrando. Não adianta se comprometer com um valor de lance muito alto, que acabe zerando todas as suas reservas e te deixando em uma situação de aperto no dia-a-dia.

Da mesma forma, é preciso saber aproveitar as oportunidades que aparecem, como no exemplo do item anterior, em que a combinação de lance livre e lance embutido ficou muito vantajosa e serviu para aproveitar uma circunstância oportuna.

A melhor coisa que você pode fazer para tudo isso, é estudar e se informar sobre o mercado, para entender qual a melhor hora e quais as melhores chances que você possui.

Usar as datas com menor oferta de lance

Esta é outra dica de ouro para trabalhar com lances. Já falamos sobre isso em outro post sobre como ser contemplado mais rápido no consórcio. Existem períodos que são melhores para ofertar lance e que possibilitam uma melhor chance se você não pode se comprometer com valores altos.

Por exemplo, no início dos grupos de consórcio de imóveis e carros, os valores dos lances podem chegar a 60% do valor do bem (fonte: Exame). No consórcio de imóveis, esse valor costuma diminuir bastante a partir do segundo ano do grupo. Para definir esse período a melhor coisa que o participante pode fazer é acompanhar mês a mês o histórico de lances do seu grupo. Isto dá uma boa ideia da média do valor dos lances ganhadores e a partir de qual período essa média costuma diminuir.

Além disso, existem épocas do ano melhores ou piores para ofertar lance. Final do ano em geral é a pior época, pois é quando a concorrência e o valor dos lances aumentam, devido ao recebimento do 13° e dos bônus de final de ano. Já fevereiro costuma ser a melhor época devido à menor disponibilidade de dinheiro para lance, pois é quando as pessoas têm mais conta a pagar e quando costumam gastar mais nos feriados.

Portanto, uma boa estratégia é você aproveitar as melhores épocas (de menor movimento e com lances mais baixos) para usar o lance embutido.

FGTS com lance embutido

No caso de consórcio imobiliário ainda existe a opção de você usar o fundo de garantia, desde que seguindo as regras de uso, como lance em conjunto com o lance embutido. No consórcio é permitido usar até 100% do saldo do FGTS como lance. Portanto, formar um “combo” do fundo de garantia mais o lance embutido pode aumentar muito as suas chances de contemplação.

Conclusão

O lance embutido é uma ótima alternativa a ser usada por aqueles que querem dar lance mas não possuem ou não querem utilizar recursos próprios. No entanto, ele possui a desvantagem de diminuir o valor da sua carta de crédito, portanto, deve ser planejado e usado com sabedoria.

Sobre a A7 Consórcios

Na A7 Consórcios oferecemos diversos planos de consórcio, inclusive com a possibilidade de usar lance embutido. Temos como compromisso ético oferecer informações completas e verdadeiras para nossos clientes, e interesse genuíno em ajudá-los a conquistar seus sonhos. Entre em contato conosco para saber mais e conhecer as soluções que temos para você.

Paula-a7-consorcios
sobre o autor
Paula S

Comentários