Consórcio ou Financiamento? Entenda a diferença!

Entenda a diferença entre essas duas modalidades e escolha a opção ideal para o seu perfil.

consorcio-ou-financiamento-a7-2
Dúvidas sobre Consórcio Publicado em 13/09/2018

Na hora de planejar a compra de algum bem mais caro (imóveis ou automóveis, por exemplo) é comum ficar confuso entre escolher o consórcio ou financiamento. Para resolver essa questão, a A7 Consórcio trouxe um guia completo sobre o assunto, com as diferenças e principais vantagens e desvantagens destas duas modalidades.

Como funciona o consórcio?

consorcio-ou-financiamento-a7

Para entender as diferenças entre o consórcio e o financiamento, é preciso conhecer como essas duas opções funcionam. Vamos começar falando um pouco mais sobre a primeira modalidade.

O consórcio consiste na junção de um grupo de pessoas que estão interessadas em comprar o mesmo bem ou serviço. Esse grupo deve ser administrado por uma empresa que seja autorizada pelo Banco Central. É a gestão dessa administradora que permite que a cada mês um, ou mais, consorciados sejam contemplado com uma carta de crédito para a aquisição do bem ou serviço escolhido.

A contemplação normalmente acontece por meio de sorteios mensais. Porém, os participantes têm a opção de aumentar as suas chances dando lances, que funciona como um adiantamento das parcelas. É possível escolher entre três opções:

1. Lance livre: quem oferece o maior lance é contemplado;

2. Lance fixo: valor pré-definido pela própria administradora. A contemplação também acontece por sorteio, mas só entre as pessoas que ofertaram lance fixo.

3. Lance embutido: é quando o participante coloca como lance parte da sua carta de crédito. Para saber como aumentar as suas chances com essa opção, acesse o nosso post sobre como usar o lance embutido da melhor forma.

Assim que for contemplado, a administradora faz uma avaliação em seu cadastro. Depois de aprovado, a liberação da carta de crédito deve acontecer entre 48 e 72 horas. Vale ressaltar que a carta não é paga em dinheiro. O que acontece é o seguinte: o contemplado recebe um documento que autoriza a compra, escolhe o bem e então avisa a administradora, que é quem realiza o processo de pagamento.

>> Para saber mais, confira o nosso guia sobre o que é e como funciona o consórcio.

 

Vantagens do consórcio

1. Plano de acordo com o perfil

O consórcio é uma modalidade que tem mais liberdade para se adaptar ao perfil do participante. Normalmente, é possível escolher o valor da carta de crédito e o prazo para o pagamento, o que define o valor das prestações.

Ao escolher um plano que se adeque a sua realidade, diminui as chances do consorciado comprometer o seu orçamento de forma negativa.

2. Não há cobrança de juros

Talvez essa seja a vantagem mais conhecida do consórcio. Ao contrário dos altos juros cobrados em financiamentos tradicionais, esta modalidade não recolhe nenhuma taxa desse tipo. Essa atitude reduz consideravelmente o valor das parcelas e do valor efetivo total.

O que há é a cobrança da taxa de administração, que irá resultar em uma economia final enorme se comparada ao financiamento.

3. Menos burocracia

Outra vantagem é a ausência de processos burocráticos na aquisição do consórcio, o que vai na contramão de outras opções. A comprovação de documentos, por exemplo, só acontece no momento da contemplação. Além disso, os demais processos como comprovação de renda, são bem menos burocráticos: em algumas administradoras, basta apresentar declaração do contador ou extrato bancário, por exemplo.

4. Não há necessidade de entrada

Como não há taxa de juros, também não há necessidade em oferecer um valor de entrada para diminuir o preço das prestações. Se o participante quiser aplicar este dinheiro no consórcio, o ideal é ofertar um lance na assembleia e, assim, aumentar as suas chances de ser contemplado.

 

Desvantagens do consórcio

1. Precisa de paciência

A contemplação pode demorar a acontecer, especialmente se o participante não der lances e contar apenas com o sorteio. Quem é impaciente e ansioso, pode acabar preferindo o financiamento por este motivo.

 

O Consórcio é Ideal para quem

Principalmente para aquelas pessoas que sabem se planejar, valorizam o dinheiro que ganham e precisam de um estímulo a mais para poupar – a chamada poupança forçada.

 

Como funciona o financiamento?

consorcio-ou-financiamento-a7-1

Realizado em instituições bancárias, o financiamento é a opção mais conhecida para quem quer comprar um imóvel ou automóvel. Nesta modalidade o banco empresta ao cliente dinheiro para a aquisição do bem, que devolve o valor de forma parcelada e acrescido de juros.

Quem opta por fazer financiamento precisa ter paciência para pesquisar os bancos disponíveis. Isso porque as condições de pagamento, taxas de juros cobradas, duração do contrato e valor disponível para empréstimo são diferentes de instituição para instituição.

Depois que escolher o banco e conversar com o gerente responsável, é a hora de reunir os documentos para dar entrada no processo. Neste primeiro momento é necessário apresentar comprovantes de identificação e renda. Vale ressaltar que o valor da prestação pode comprometer, no máximo, 30% da renda familiar bruta. Depois que o cadastro for aprovado, o cliente já pode realizar a aquisição do bem escolhido.

 

Vantagens do financiamento

1. Aquisição rápida

Ao contrário do consórcio que demanda um pouco mais de paciência, assim que o financiamento for aprovado, o cliente já pode dar entrada nos documentos de compra do imóvel ou veículo. Ou seja, em um curto espaço de tempo já é possível aproveitar o bem que comprou.

 

Desvantagens do financiamento

1. Caro

As altas taxas de juros presentes no financiamento aumentam bastante o valor total pago pelo bem. Por exemplo, é comum que o preço final quitado seja o dobro ou triplo da quantidade emprestada. A porcentagem cobrada de juros vai depender do valor financiado e de entrada e a quantidade de parcelas.

2. Alta burocracia

A burocracia dos bancos não é surpresa para muita gente, e no processo de financiamento não é diferente. Além dos vários documentos que o cliente precisa entregar, a instituição demora alguns dias para fazer a análise minuciosa de todos os comprovantes.

3. Valor de entrada
A não ser que o cliente esteja disposto a pagar por altas taxas de juros, o ideal é que ele tenha um valor de entrada para apresentar ao banco. Na maioria dos casos, o financiamento só é feito se houver uma quantidade prévia de dinheiro.

 

O Financiamento é ideal para quem?

É ideal principalmente para quem quer ter o bem o mais rápido possível, seja por uma questão pessoal, seja por necessidade.

 

Consórcio ou financiamento?

Agora que já conhecemos como funciona e as vantagens e desvantagens das duas modalidades, conseguimos entender melhor as diferenças entre o consórcio e o financiamento.

A7_consorcios_consorcio-financiamento_infografico

 

Simulação consórcio x financiamento

Para entender um pouco melhor como se dá o CET (Custo Efetivo Total) nas duas modalidades, trouxemos uma simulação simples. Na situação apresentada está a compra de bem de 100 mil reais, confira:

comparacao-valores-consorcio-e-financiamento

Gostou de saber mais sobre as diferenças entre consórcio e financiamento? Você já usou alguma dessas duas modalidades? Conte para a gente como foi a sua experiência. Para conferir outras dicas como essa, não se esqueça de acessar o blog da A7 Consórcios.

Logo A7 Consórcios Azul Escuro
sobre o autor
A7 Consórcios

Comentários