Consórcio vale a pena?

Responda a uma dúvida que muitos brasileiros têm: afinal, o consórcio vale a pena?

consorcio-vale-a-pena-a7-consorcios
Dúvidas sobre Consórcio Publicado em 25/12/2017

Você já ouviu falar no consórcio? Este investimento tem sido uma das principais escolhas dos brasileiros na hora de adquirir um bem ou serviço por ser considerado seguro e principalmente mais econômico que outras modalidades de crédito similares. Saber se ele vale ou não a pena, no entanto, vai depender do seu perfil e dos seus objetivos: você prefere economia ou é imediatista?

Se você quer ter o bem o quanto antes, o financiamento tradicional poderá atende-lo bem, mas esteja ciente que você irá pagar mais por isso: as taxas de juros cobradas em um financiamento podem significar no final mais de 3 vezes o valor inicial do bem. No entanto, se você valoriza seu dinheiro e quer economizar, o consórcio pode ser ideal para você. Por ser uma compra planejada, sem incidência de juros, o custo efetivo total costuma ser bem inferior aos de um financiamento.

> Saiba mais sobre as diferenças entre consórcio e financiamento.

Entenda mais sobre como funciona o consórcio e decida se é o melhor para você:

 

O QUE É CONSÓRCIO?

consorcio-vale-a-pena-a7-consorcios-2

Para saber se o consórcio vale a pena, é preciso entender o que ele é. Resumindo em poucas palavras, este investimento funciona como uma poupança coletiva. Nele, um grupo de pessoas com os mesmo interesses se reúnem para juntar fundo suficiente para que cada um dos membros possa adquirir o bem ou serviço que deseja.

Durante todos os meses do contrato, acontece uma assembleia que irá selecionar os contemplados da vez. Escolhido por meio de sorteio ou lance, o contemplado pode retirar a carta de crédito com o valor contratado e adquirir o que deseja com as vantagens de se comprar à vista. Importante ressaltar que o pagamento das parcelas para o consórcio continuam até quitar o valor do plano.

 

QUAIS AS FORMAS DE CONTEMPLAÇÃO?

consorcio-vale-a-pena-a7-consorcios-1

Acima comentamos que os membros são contemplados com a carta de crédito por meio de sorteio ou lance. Para você entender todo o processo, entenda melhor sobre as formas de contemplação:

1. Sorteio

Ao entrar no consórcio, você recebe um número de grupo e cota para participar dos sorteios nas assembleias mensais, a transmissão geralmente é feita ao vivo pela internet. As pedras sorteadas correspondem aos números das cotas de cada grupo.

Após o sorteio, é verificado se a cota escolhida está em dia com o pagamento ou se já foi contemplada em outras assembleias. Assim que há a confirmação de que está tudo certo, o contemplado já é liberado para usar a carta de crédito no valor contratado.

Caso a pessoa escolhida no sorteio já tenha sido contemplada em outra assembleia, o próximo número é considerado. Cada administradora tem as suas próprias regras, portanto verifique bem certinho quais são antes de contratar.

2. Lance livre

Neste tipo de lance, o membro escolhe o valor que deseja ofertar para a próxima assembleia e informa a administradora. Assim como em um leilão, vence aquele que oferecer o maior valor. Importante ressaltar que o lance funciona como um “adiantamento de parcelas”, ou seja, se a pessoa for contemplada, as parcelas finais são quitadas.

3. Lance fixo

Diferentemente da opção de lance livre, neste quem define o valor é administradora. Além disso, o valor ofertado é fixo. Se por um acaso, mais de um membro do grupo escolher este tipo de lance, vence aquele que está mais próximo da cota escolhida para o sorteio.

4. Lance embutido

Nesta opção, você tem a escolha de usar parte do próprio crédito para ofertar lance. Parece complicado? Vamos explicar. A administradora do consórcio fixa uma porcentagem de quanto você pode usar da carta como lance. Aqui é importante fazer as contas corretamente para ter certeza que o saldo restante vai ser o suficiente para comprar o bem ou serviço que você deseja.

Por exemplo, a carta de crédito é de 100 mil reais e a administradora fixa o lance em até 30% do valor. Se você for o vencedor, sua carta de crédito que antes era de 100 mil reais passa a ser 70 mil reais, já que você usou os outros 30 mil reais (30%) de lance. No geral, a dica aqui é usá-lo sempre em conjunto com outros tipos de lance, para potencializar as chances de contemplação.

> Entenda mais sobre o lance embutido e quais as melhores formas de usá-lo aqui.

 

PARA QUE POSSO USAR O CONSÓRCIO?

consorcio-vale-a-pena-a7-consorcios-3

Foi citado algumas vezes no texto que a carta de crédito serve para adquirir um bem ou serviço. O consórcio pode ser usado desde para compra de bens de alto valor como casa ou caminhão até a compra de eletrodomésticos. Tudo depende da administradora que administra o consórcio. Aqui na A7 as opções disponíveis são:

– Consórcio de imóvel: para compra de casa, apartamento, terreno ou para construção.

– Consórcio de veículo: para compra de moto, carro, caminhão, motor de popa. Válido para veículos novos e seminovos/usados.

Consórcio de serviço: para realizar festas (como casamento, festa de 15 anos, etc), procedimentos estéticos e cirúrgicos (como cirurgia plástica, implante capilar, etc), para fazer um curso (profissionalizante, MBA, etc), realizar viagens ou reformas.

 

QUAIS AS VANTAGENS DO CONSÓRCIO?

consorcio-vale-a-pena-a7-consorcios-4

1. Compra planejada e inteligente

Com a carta de crédito em mãos, você tem todas as vantagens de uma compra à vista, em especial os descontos.

2. Sem juros, entrada ou taxa de adesão

Ao contrário de um financiamento bancário, o consórcio não cobra nenhuma porcentagem de juros. A única taxa cobrada é a de administração, porém o valor já está embutido na cobrança das parcelas fixas. Neste tipo de investimento também não é cobrado taxa de adesão ou algum valor de entrada. Assim sendo o custo efetivo total de um consórcio no geral é bem inferior ao de um financiamento.

3. Parcelas baixas

Como não há cobranças de juros ou taxas extras, geralmente o valor das parcelas são consideravelmente mais baixas do que as das instituições bancárias.

4. Menos burocracia

Outra vantagem que faz com que o consórcio valha mais a pena do que um financiamento bancário é a questão da burocracia. Como neste investimento não há avalista e nem comprovação de renda até a contemplação, o processo é muito mais simples, rápido e prático.

5. Uso do FGTS

No caso de consórcio para imóveis, é possível utilizar o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para ofertar lance ou completar o valor do bem escolhido.

6. Liberdade de escolha

Assim que for contemplado com a sua carta de crédito, você pode usá-la em qualquer local do território nacional. Além disso, você pode garantir vários bens até atingir o valor da sua cota.

7. Quitação da dívida

Em alguns casos, como de falecimento, invalidez total ou permanente do titular do consórcio, o seguro prestamista quita automaticamente a dívida.

> Confira outras vantagens do consórcio.

Está convencido de que contratar um consórcio vale a pena? Então, entre em contato pelo site ou via telefone da A7 Consórcios, e converse com um de nossos consultores para saber qual o plano ideal para você.

Logo A7 Consórcios Azul Escuro
sobre o autor
A7 Consórcios

Comentários