Fui contemplado no consórcio e agora?

O grande momento chegou e você foi contemplado com a carta de crédito. Mas, e agora?

fui-contemplado-no-consorcio-e-agora
Dúvidas sobre Consórcio Publicado em 15/01/2018

Todo mundo que faz o consórcio espera um grande momento: ser um dos escolhidos do mês para receber a carta de crédito. O grande dia chegou e você foi contemplado no consórcio. Mas, e agora? Quais são os próximos passos? Isso que a gente vai explicar.

O pagamentos das parcelas

Lembra que ao contratar o consórcio você definiu um prazo de pagamento? Mesmo que você seja contemplado com a carta de crédito, a obrigação com as parcelas continua até quitar o valor da cota.

Por exemplo, você contratou um plano com o prazo de pagamento em 36 meses e foi contemplado já no 6º mês. Isso significa que você vai receber a carta de crédito com o valor para adquirir o seu bem à vista, mas vai continuar pagando a parcela fixa por mais 30 meses.

O momento da contemplação

fui-contemplado-no-consorcio-e-agora-1

 

O momento que todos os associados esperam finalmente chegou e você foi contemplado no consórcio. Agora, você tem a carta de crédito no valor da cota contratada e já pode adquirir o seu bem ou serviço desejado.

Porém, antes de efetivamente ter acesso à carta de crédito, é necessário passar pelo processo que se inicia logo após a contemplação. Normalmente, ele é dividido em 4 fases: a apresentação de garantias, levantamento de documentos pessoais, comprovação de renda e homologação de todos os documentos.

Para facilitar o entendimento, resolvemos explicar em linhas gerais o que cada uma dessas fases significa:

*Lembrando que você pode tirar todas as suas dúvidas em relação a todo o processo do consórcio com os nosso serviço de atendimento online ou via telefone.

  1. Apresentação das garantias

Em alguns casos, a administradora do consórcio solicita ao titular do contrato alguma garantia para a aquisição do bem, como: o aval de um fiador, um imóvel no nome do consorciado e outras opções. O tipo de garantia exigido depende do que foi decidido no contrato que rege o plano, além do tipo de bem que você deseja adquirir.

  1. Levantamento de documentos pessoais

Da mesma forma como na fase acima, a quantidade de documentos e certidões solicitadas depende do bem que você deseja e o tipo de contrato. Por exemplo, um consórcio de imóvel demanda mais informações que um de serviço. Porém, algumas documentações são sempre exigidas, como:

  • RG ou CNH;
  • CPF ou CNPJ;
  • Comprovante de residência atualizado e em nome do titular do consórcio;
  • Comprovante de renda.
  1. Comprovação de renda

A comprovação de renda é um dos tópicos na lista de documentos. Porém, como essa comprovação depende do regime trabalhista que o titular do consórcio atua, resolvemos fazer um tópico só para ela.

Trabalhador com carteira assinada:

  • 3 últimos contracheques;
  • Carteira de trabalho.

Aposentado

  • Extrato de pagamento do benefício;
  • Cópia do cartão bancário em que recebe o valor da aposentadoria.

Autônomos, empresários e produtores rurais:

  • Declaração atualizada do imposto de renda.
  1. Homologação dos documentos

Mais uma vez, a homologação dos documentos depende do bem escolhido.

No caso dos veículos, é importante cadastrar todas as informações corretamente, como identificação da marca, modelo, ano, cor e opcionais. Se preferir um veículo usado, também é necessário fazer a avaliação do número de chassi e a realização de vistorias periciais.

Já no caso de imóveis residenciais prontos, ou seja, construídos, são exigidas algumas certidões específicas para atestar a sua legalidade, como:

  • Matrícula atualizada do imóvel;
  • Instrumento particular com força de escritura pública;
  • Certidão negativa de tributos municipais;
  • Certidão de valor venal.

Os imóveis na planta exige alguns outros tipo de documentos, por exemplo:

  • Alvará;
  • Planta aprovada pela prefeitura;
  • Memorial descritivo da obra;
  • Cronograma das atividades de construção.

Após a contemplação, é fundamental que o titular do consórcio fique atento a estas fases. Assim, ele ganha agilidade no processo para poder adquirir o seu bem.

A hora da compra

fui-contemplado-no-consorcio-e-agora-2

Você já foi contemplado, entregou os documentos e eles foram homologados. Só falta uma coisa: comprar o bem que você sempre desejou.

No consórcio, a moeda de troca é o valor da carta de crédito. Assim que o bem é adquirido, o vendedor recebe em poucos dias o dinheiro integral da sua venda. Este fato aumenta o poder de negociação do contemplado. Afinal, como o pagamento é feito à vista, algumas vantagens são concedidas, como descontos no valor final.

Como já comentamos acima, mesmo depois que você for contemplado, as parcelas continuam sendo cobradas todos os meses até quitar o preço da cota contratada.

Encerramento do consórcio

Você foi contemplado, teve os documentos homologados, comprou o seu bem e quitou todas as parcelas? Então, as suas obrigações com o grupo do consórcio são encerradas.

Porém, vale ressaltar que você pode ter mais de um consórcio no seu nome ao mesmo tempo. Não é necessário esperar quitar um, para conseguir aderir ao outro.

Tirou todas as suas dúvidas sobre o que fazer quando for contemplado? Para conhecer mais dicas sobre consórcio, investimentos, imóveis e automóveis, acesse o nosso blog.

Logo A7 Consórcios Azul Escuro
sobre o autor
A7 Consórcios

Comentários